A secretaria de Segurança Pública retirou nesta segunda (11) todos os presos que superlotavam a delegacia de São José dos Pinhais (53 homens e 2 mulheres). O local enfrentava um surto de sarna, que ameaçava atingir vizinhos. Os detentos já condenados foram encaminhados para a Penitenciária Central do Estado (PCE), em Piraquara. Outros foram transferidos para comarcas de origem e para o Centro de Triagem 1. Duas mulheres foram para a Penitenciária Feminina. A Delegacia de São José estava interditada pela Vigilância Sanitária.

O caso foi denunciado pelo Conselho da Comunidade de São José dos Pinhais e pelo Conselho da Comunidade da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba na semana retrasada. O prédio deve passar por um processo de limpeza e desinfestação.

A superlotação da carceragem também tem provocado casos de sarna no Centro de Triagem de Curitiba no centro de Curitiba). O local tem capacidade para 84 presos, mas abrigava 241 detentos nesta segunda (11). O CT enfrenta também falta de funcionários, com apenas três plantonistas, que se revezam no atendimento aos presos, famílias e advogados.