A Associação Paranaense dos Juízes Federais (Apajufe) divulgou nesta sexta-feira (14) nota em repúdio pela invasão das telecomunicações de magistrados brasileiros e afirma que a divulgação de diálogos trocados entre juiz e integrantes da força-tarefa da Operação Lava Jato é um “crime contra a ordem pública, não apenas contra os indivíduos incumbidos dos deveres da magistratura”.

Na nota, a Apajufe diz também que os juízes esperam que as autoridades superiores do Poder Judiciário resguardem as garantias da magistratura brasileira e afirma que “os dados apresentados na mídia a nada servem porque susceptíveis a manipulação do conteúdo. São produto de crime; indignos de crédito.”

NOTA PÚBLICA APAJUFE