STF MANDA CRIMES COMUNS PARA JUSTIÇA ELEITORAL

Por seis votos a cinco, o Supremo Tribunal Federal acaba de decidir que crimes comuns – como lavagem de dinheiro e evasão de divisas – devem ser julgados pela justiça eleitoral se tiverem conexão com crime eleitoral de caixa 2.

Diante desta decisão, ações criminais promovidas pelo Ministério Público e pela Policia Federal não devem ser remetidas não à justiça comum, mas à justiça eleitoral. A Operação Lava Jato argumenta que o combate à corrupção perde força.

 

2019-03-15T08:25:46-03:00 14 março - 2019 - 18:56|Política|1 Comentário


Um Comentário

  1. Zangado 14 de março de 2019 em 19:12 - Responder

    Os ministrones “vencedores” aviltaram a nação !!! Não é de hoje que o fazem, existem mais de centena de corruptos denunciados na Corte é só um foi “mais ou menos” julgado. Com essa a Corte virou ninho de saúvas.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Contraponto. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Contraponto se reserva os direitos de não publicar e de eliminar comentários que não respeitem estes critérios.

Deixe uma resposta