Estimular as empresas a contratarem pessoas com deficiência em todas as áreas de atividade. Este é o objetivo selo “Empresa Inclusiva”, proposta do deputado Luiz Fernando Guerra (PSL) que tramita na Assembleia Legislativa.

Pela iniciativa do deputado, as empresas que cumprirem as diretrizes da Lei Federal de Inclusão à Pessoa com Deficiência e que favoreçam a integração e melhoria na qualidade de vida dos funcionários estarão aptas a receber um selo de reconhecimento oficial pelo trabalho prestado.

O selo Empresa Inclusiva poderá ser utilizado pela empresa beneficiada para gerar publicidade positiva e assim tornar pública a iniciativa empresarial de integração e inclusão.

A legislação nacional obriga as empresas que tenham entre 100 e 200 empregados a reservarem parte das vagas às pessoas com deficiência,– a porcentagem varia de acordo com o número de contratados, chegando a um máximo de 5% caso haja mais de 1.001 funcionários. Empresas com quadro de funcionários menor não tem a obrigação legal. “E é justamente nessas que queremos estimular a contratação”, afirmou Guerra.