Fux volta atrás e libera julgamento de processo contra Deltan no CNMP

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luiz Fux decidiu nesta terça-feira (19) que o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) poderá julgar uma ação disciplinar protocolada contra o procurador da República Deltan Dallagnol, chefe da força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba. As informações são do Uol.

Fux liberou o CNMP “para prosseguir no julgamento (…) em que figura o requerente”. Deltan é alvo de um processo administrativo disciplinar (PAD) aberto pelo ministro Dias Toffoli para apurar suposta “manifestação pública indevida” em entrevista concedida à rádio CBN em agosto de 2018.

Na ocasião, o procurador da República criticou a atuação de ministros do STF, que passaria uma imagem de leniência com a corrupção à sociedade. Deltan passou a ser alvo de ações no CNMP após divulgações de conversas entre ele e o então juiz Sérgio Moro, atual ministro da Justiça, feitas pelo site The Intercept Brasil.

A decisão contraria uma medida tomada pelo próprio Fux na última semana, quando suspendeu a análise da ação.

1 COMENTÁRIO

  1. Sabe aquela história chula do “quem tem , tem medo”? Pois é. Parece que o do fux é enorme.

    Daqui há pouco ele volta atrás no seu volta atrás , dependendo sempre de quem vai balançar o coqueiro.

    Querem ouvir autocritica do PT? Eu faço, facil.

    Nomear este tipo de pessoa e outros tantos para o STF. O PT conseguiu errar em quase 100% das nomeações e se acertou foi por acaso.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui