(por Alex Ribeiro) – Se o plenário da Assembleia Legislativa (Alep) não barrar, a Sanepar terá que dizer o quanto está injetando na CS Bioenergia e se explicar sobre a relação das empresas. Isso porque a apuração das matérias do Contraponto e Livre.jor, publicados nesta semana, motivaram requerimento de informação do deputado estadual Nereu Moura (PMDB) na Assembleia.

O pedido, no entanto, tem de ser aprovado pelos demais parlamentares para aí sim seguir como questionamento, endereçado ao presidente da estatal, Mounir Chaowiche, “sob pena de responsabilidade”.

No documento, protocolado pelo deputado nesta terça-feira (13), os questionamentos à Sanepar atendem ponto a ponto os itens ressaltados na apuração do Contraponto e do Livre.jor, como o total de investimento específico da estatal no empreendimento, resultado da auditoria do MPC e TCE e informações sobre a compra de 11% da CS Bioenergia por parte da Sanepar.