Da série “Eu não sou Petista!”

(por Ruth Bolognese) – A onda “Direita Volver” está jogando no mesmo saco do petismo militante todo brasileiro que exerça o mínimo senso crítico sobre qualquer ato, fato, nomeação, pronunciamento ou declaração do grupo que cerca o presidente eleito, Jair Bolsonaro. É um comportamento padrão que veio para ficar. E a reação já virou um mantra, quase um grito de guerra, ou de defesa, que ecoa no Brasil inteiro “Eu não sou petista!”.

Reunimos aqui, com certo cuidado, um pequeno glossário para esclarecer aos novos donos do poder que nem todo brasileiro é petista, assim como, na música de Maria Rita, nem toda brasileira é bunda. Trata-se de exercer o direito de criticar e opinar, hábito que foi estabelecido desde os anos Collor no Brasil, e que em democracias ocidentais é parte do jogo político. E também de gostar, ou não gostar, de músicas, artistas, personagens políticas e celebridades que povoam a imaginação de todos nós.

Pois bem, ninguém pode ser chamado de petista quando:

1) Gosta do Chico Buarque, do Caetano, do Gil e da Mãe Menininha
2) Tem no grupo de amigos, um gay e outro que passou na universidade por cota
3) Foi fã da Marta Suplicy na juventude (dela)
4) É católico, admira o Papa Francisco e o casal Obama
5) Não gosta do Ciro Gomes e desdenha a Marina Silva
6) Lê, todos os dias, a “Folha de São Paulo”
7) Defende o meio ambiente, os índios, os animais e os povos da floresta
8) Ainda lembra, muito de vez em quando, do refrão “Lula lá”
9) Não faria campanha pra santificar o juiz Sérgio Moro
10) Não sabe se chama um General de “General” ou V. Excia
11) Virou réu em algum processo de corrupção. Ex: Beto Richa
12) Viajou de avião, pela primeira vez, no governo Lula e
13) Votou no capitão Bolsonaro tremendo. De medo

11 COMENTÁRIOS

  1. Ideologia fez arte do projeto de poder para dominar as mais varidas instituições e setores privados. Ninguém se deu conta da amplitude que isso tomou. Em cada etapa do controle social existe a implementação de tais metas, sob o pretexto de defender minorias que nunca saem da camada social que ocupam.

  2. Eu votei no pt em três eleições e na ultima, vergonhosamente admito, votei no Aécio. Eu nao sinto vergonha por tê-los eleito porque muita coisa boa foi feita. Tenho sobrinhos que foram estudar no exterior graças a politica de Haddad para o ciências sem fronteira. Somente uma adolescente da família engravidou e a educação sexual promovida na escola conseguiu reduzir em 25% a gravidez nessa faixa etária de meninas. Vários parentes conseguiram financiamento pelo minha casa minha vida, nunca antes visto um programa de moradia tão ousado. Todas empregadas domesticas que atendem minha família estão registradas e algumas ja eram antes da lei, mas agora todos fazem o justo e certo. Alguns parentes do interior agrícola adquiriram maquinas e veículos pelo programa finame e mais alimentos, outros compraram pequenos caminhões e montaram transportadoras, alguns pegaram dinheiro no bndes e montaram um negocinho. Todos cresceram e prosperaram com politicas publicas inclusivas e …. votaram no Bolso a maioria…como entender isso? Todos os muito pobres que eu conheço colocaram um membro ou conhecem aguem que pode entrar na universidade federal e publica, via cota, para com a melhor intenção, universalizar o acesso ao ensino a todas classes sociais, bem essas pessoas o pastor falou para andar distante da demoníaca esquerda.
    Embora até 2015 eu achasse um absurdo a cota para garantir ensino aos deficientes físicos, aos negros e indígenas, hj reconheço que vc precisa conviver para saber do negro favelado na universidade e o valor dessa cota, e , sabem sou mais branca que o leite batavo, sou imigrante e não existia a palavra mérito nos anos 90 … existia eu quero. Hoje, a vida é diferente. Vc pode querer muito e mesmo assim vc nao consegue. Por causa disso o Estado intervém, para tentar possibilitar que seja real vc querer e então conseguir. Isso se chama também mérito. Infelizmente eu vejo que o curitibano assustado nao olha mais para o lado e está muito preocupado em garantir o seu e todo o resto que nao é igual o seu, é inimigo. Isso vai nos ferrar em curto ou médio prazo. Apartheid social não é sustentável. Ouvindo um filósofo esta semana, disse ele que vê um problema crasso na gestão do PT, a maior parte dela foi correta, mas o erro crasso foi focar em aumentar o potencial de consumo do pobre, fazendo com que ele pudesse adquirir, suprir, etc (claro que isso é fundamental pq filosofa quem está com a pança cheia) mas ao invés de isto somente, o PT deveria tb ter focado e muito na educação política do povo, ora mais miserável que nunca. Não o fez, não criou consciência política. Além de que, focar no consumo também nao deu resultado bom na economia pq ele tem uma faixa de saturação previsível. E juntou tudo com aquela gota diária que a pessoa recebia nos últimos quatro anos no face e no wsp falando mal todo dia, e virou uma onda, e chegamos ao ponto dessa psicose coletiva…e de repente demos mais veneno para o intoxicado!
    PS:. Eduardo, achei que vc tinha se mudado. Alguns amigos judeus se mudaram, a maioria descendentes de perseguidos no nazismo. Eles acham humanamente horrível segregar pessoas e mudar a embaixada. Não vão esperar para ver.

    • Pra quem ganha 90,25% do teto que ganha um Ministro do STF é fácil falar. Tem que se conformar papito. O Bolsonaro já venceu e vai rever as reuniões da “justiça de transição” do Paraná.

  3. É certo que todos queremos o melhor para o Brasil e para os brasileiros. Fora isso, agora existe uma grande vidraça e um montão de gente, dá prá dizer que são uns 45 milhões, cada qual com uma sacola cheia de pedras, o coiso e seus admiradores que aquentem sem chorar, senão será mais divertido ainda!

  4. Quanta baboseira…Está na hora de a grande mídia e jornalistas, principalmente os mais antigos, se reciclagem e caírem na real, pois não têm mais qualquer influência sobre leitores e eleitores.

  5. Não se pode esperar que brasileiros de bem que por discordar dos burros encantados cujo capo foi internado em Santa Cândida, para improvável ressocialização, e raivosamente por eles chamados de “fascistas”, sejam tolerantes com apoiadores da seita lulopetista bolivariana que pretendemos ver reduzida a apenas lembrança de horrível pesadelo.

  6. D Ruth, desculpe ,mas não dá para fazer piada nem rir disso.

    Com todo o carinho0: isso é um desvio de personalidade.

    Pensa como seu neto que talvez ainda esteja na Espanha , livre do assédio desta mídia nojenta, pode estar vendo a situação em que a Sra com a eterna mania de antes ser paranaense para depois ser brasileira, nos meteu.

    Claro que a Sra vai dizer que não tem nada com isso, que a culpa , como sempre é do PT.

    Mas foi o PT que nomeou alguem que perseguiu o governo do fhc?

    Não foi , né. E a Republica da Lava Jato agora vai dizer ao que veio, com a sua complacência.

  7. E é bom sempre lembrar que, passadas as eleições, é sempre hora de questionar e cobrar daquele que foi eleito. A população quer resultados, não lero lero. Aplausos para o que funcionar e sonoras vaias para o que der errado. Simples assim.

  8. Nunca se verá um comunista, ativista ou dissimulado(a), torcer pelo país quando no governo estiver a oposição. Mesmo que custe o caos nacional (até pq comunista não tem nação).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui