Carol Arns propõe subsidiar a tarifa de ônibus para reduzi-la pela metade

A candidata do Podemos à Prefeitura de Curitiba, Carol Arns, é taxativa: se for eleita, não aumentará a tarifa dos ônibus urbanos. Mais: pretende aumentar o subsídio municipal para reduzir a tarifa pela metade. Ela explicou numa entrevista ao portal Bem Paraná que o mundo inteiro caminha nesse sentido, ou seja: os governos estão subsidiando as tarifas em 50% ou até 70%. Segundo a candidata, a capacidade de endividamento da prefeitura permite que isso se torne possível.

Carol disse na entrevista que, se conseguir reduzir a tarifa pela metade, vai “promover a maior distribuição de renda no país, independente de classe social”. Ela mostrou como é possível fazer isso. Por exemplo: “Se você pega dois ônibus para ir e para voltar, você gasta R$ 18 por dia. Se eu pegar esses R$ 18 e multiplicar por quatro pessoas em uma casa, eu tenho um valor de R$ 1.440,00 por mês, sem contar domingo. Para a pessoa que pega um ônibus para ir e para voltar, em uma família de quatro pessoas, eu tenho um valor de R$ 740 por mês”. Então, de acordo com ela, a família ficará com R$ 740,00 mais o Renda Brasil, que está em R$ 300,00.

Um exemplo prático, disse Carol, é o gasto de uma pessoa que mora no bairro Caximba para entregar um currículo em busca de emprego no centro de Curitiba. A pessoa “gasta R$ 30,00 por dia. Porque ele vai gastar R$ 18,00 de transporte coletivo, R$ 10,00 para comer alguma coisa e R$ 2,00 para usar um banheiro público”. Para Carol Arns, “o transporte coletivo tem sido um impeditivo para a geração de emprego”.

 

2 COMENTÁRIOS

  1. Pela metade?! Então o sistema ruiu. A população sem renda não é mais consumidora de mercadorias e serviços disponíveis no mercado. Se o cálculo já chegou ao patamar de 50% então está na hora de estatizar o sistema e acabar com os custos da intermediação. Vamos retroagir o sistema, pois os custos dos insumos fornecidos pelas multinacionais já não tem simetria com a capacidade de utilização pelo povo. Acho que a candidata deveria ter um grande projeto de ciclovias para a cidade, alias todos os candidatos devem ter um…

  2. Afff ela tem noção de quanto dá a conta? Nestas propostas ele deveriam ser obrigados a informar de onde vão tirar recurso. pq depois entram e dizem que não tem condições, não ficou dinheiro, não tem forma jurídica.. bla bla bla

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

%d blogueiros gostam disto: