A mesa da Câmara Municipal de Curitiba declarou vaga a cadeira ocupada pelo vereador Professor Matsuda, segundo suplente do PDT, em decorrência de decisão do TRE que entendeu que a vaga pertence ao terceiro suplente, Dalton Borba. Sua posse já foi marcada para a semana que vem.

Foi Borba quem questionou no TRE-PR a vaga ter sido ocupada por Matsuda, com o argumento que o parlamentar passou um período de tempo desfiliado da legenda e que ele seria o suplente legítimo do PDT. Matsuda ainda pode recorrer da declaração de vacância do cargo.
A pendenga começou no fim de março, quando o primeiro suplente do PDT, Jonny Stica, que havia assumido a vaga deixada pelo ex-vereador Goura, eleito deputado estadual, pediu licença para integrar o quadro da Fomento Paraná no governo do Estado. Segundo suplente do PDT, Matsuda tomou posse em 3 de abril. O terceiro suplente é Dalton Borba. Respectivamente, eles fizeram 3.885 e 3.832 votos na última eleição municipal.