O nome do ambientalista Aristides Athayde é um dos cogitados pelo governador eleito Ratinho Jr. para ocupar a secretaria estadual do Meio Ambiente. Advogado ambiental, militante do Partido Verde e dirigente de organizações não-governamentais voltadas principalmente para a defesa jurídica de causas que envolvem a proteção do meio ambiente, Athayde foi um dos líderes que impediram a aprovação do projeto que previa a redução da Escarpa Devoniana – um patrimônio ecológico que abrange 13 municípios do Paraná, especialmente na Região dos Campos Gerais.

A pretensão do projeto do deputado Plauto Miró Guimarães – e retirado da pauta por ele após encontrar resistências da sociedade – era a de destinar parte da área da Escarpa para exploração agropecuária.

Juntamente com mais de uma dezena de entidades nacionais e internacionais de defesa ecológica, Athayde busca impedir a construção da Faixa de Infraestrutura projeta pelo governo Beto Richa – uma ligação rodoferroviária da PR-412 com o futuro porto de Pontal do Paraná que, se executada conforme a proposta do governo, destruirá uma das últimas áreas preservadas de Mata Atlântica no Litoral do estado.

O nome do advogado Aristides Athayde foi apresentado a Ratinho como capaz de mediar os conflitos ambientais no estado e de oferecer oportunidades à iniciativa privada na gestão dos Parques Estaduais, de forma a incentiva a exploração do seu potencial turístico.