Na véspera de seu encontro com Donald Trump na Casa Branca, o presidente Jair Bolsonaro fez uma transmissão ao vivo pelo Facebook ao lado do filho deputado Eduardo. Falou de tudo. De sua admiração pelos Estados Unidos às costumeiras críticas à imprensa brasileira e da visita à CIA. Falou também da criação de colégios militares em todas as capitais e condenou o aparelhamento das instituições de ensino pelas esquerdas e pelo socialismo.

Deixou para o finalzinho dos quase 30 minutos de transmissão uma condenação mais veemente ao socialismo e à Venezuela de Nicolás Maduro. Disse que a fronteira do Brasil está aberta para brasileiros admiradores de Hugo Chávez que quiserem se mudar para lá. Referindo-se a uma frase de Trump de tempos atrás, Bolsonaro disse que o socialismo, em alguns lugares, dá muito certo. Na Venezuela, segundo ele, o povo está comendo gato, cachorro, rato. Não tem mais gato nem cachorro na Venezuela, o povo comeu tudo.

Você pode assistir o vídeo inteiro aqui embaixo: