Fazer a economia do Paraná crescer 4% ao ano durante os próximos cinco anos é uma quatro grandes metas apresentadas nesta segunda-feira (18) na Assembleia Legislativa pelo autor do estudo encomendado pelo governador Ratinho Jr., o economista Paulo Rebello de Castro, ex-presidente do BNDES.

O índice projetado é o dobro do crescimento anual do estado na média dos últimos 15 anos, situado na mesma média do PIB nacional. Segundo Rebello, o Paraná tem condições de superar os índices alcançados pelas economias de São Paulo e Santa Catarina.

A intenção, também, de criar no período meio milhão de novas vagas de emprego com carteira assinada, investir R$ 80 bilhões em infraestrutura e em empreendimentos privados e alcançar a nota 5 no Ideb até 2023.

O programa de metas está disponível abaixo. Guarde o documento para comparar com os resultados contabilizados até o fim da gestão.