Vereador propõe medida para identificar carros oficiais da Câmara de Curitiba

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

O vereador Dalton Borba (PDT) encaminhou sugestão de ato administrativo à Comissão Executiva da Câmara Municipal de Curitiba, solicitando a identificação dos veículos oficias da casa. O parlamentar propõe que através de um projeto de resolução, a comissão executiva determine que todos os carros da câmara municipal sejam identificados por meio de um adesivo, com o intuito de facilitar a identificação do uso da frota.

Ocorre que um projeto de lei para tornar a identificação obrigatória da frota da casa foi retirado da pauta, no mês passado, por 35 sessões e provocou polêmica entre os vereadores. O adiamento da proposta deixou a discussão para a próxima legislatura. A justificativa da base do prefeito foi que a identificação dos veículos iria aumentar os custos anual do contrato de locação dos veículos feito pela câmara.

Gastos – O atual contrato de locação dos veículos disponibilizados aos parlamentares vence em junho de 2021, o contrato com a empresa WS locações está orçado no valor de R$ 795.445,44 pelo período de 12 meses, sem limite de quilometragem, sem condutor e sem combustível.

O gasto mensal da câmara municipal com a locação dos 50 veículos, disponibilizados para cada parlamentar e membros da mesa diretiva é de R$ 66.287,12, de acordo com os dados do contrato disponibilizados no Portal da Transparência da câmara municipal de Curitiba. Além de disponibilizar o veículo, cada vereador tem direito também a uma cota mensal de combustível de 200 litros de gasolina ou álcool hidratado comum por veículo. A cota não é acumulável, ou seja, o saldo não é transferido para o mês seguinte.

Devolução – O vereador Dalton Borba (PDT) informou nesta segunda-feira (26) que é o único parlamentar que nunca usou o veículo disponibilizado aos vereadores, Borba entregou o carro assim que assumiu o mandato em agosto de 2019, o veículo VW/VIRTUS MF, placa QJT 4736, foi devolvido à câmara com o tanque cheio e com a mesma quilometragem recebida, 36km rodados. Com a entrega desse veículo houve uma redução de 2,25% no contrato de locação de veículos da câmara com a empresa WS locações, uma redução de R$ 18.238,21 no período de um ano do contrato e uma economia de 2.400 litros de combustível, já que o vereador solicitou também a exclusão da cota de combustível destinada a seu gabinete.

Deixe uma resposta