União estuda privatizar trechos de rodovias federais no Paraná

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

Vinte e um trechos de rodovias federais que cruzam o Paraná podem ser privatizadas pela União. O governo federal começou a estudar a possibilidade de desestatizar os trechos e fazer com que eles façam parte do Plano Nacional de Desestatização (PND). Uma resolução nesse sentido foi publicada nesta sexta-feira pelo Ministério da Economia.

O plano de desestatização prevê a realização de concessões, privatizações e parcerias público-privadas em empresas estatais, portos, entre outros. A informação é do G1-Paraná.

Entre os trechos que ainda devem ser analisados estão as BRs 376, 277, 153, 163, 467, 476, entre outras, que ficam localizadas em Maringá, Londrina, Cascavel, Curitiba, Foz do Iguaçu, Ponta Grossa e Guaíra.

Se os trechos forem incluídos no PND pelo presidente Jair Bolsonaro, as licitações serão conduzidas pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Na prática, os trechos poderão ter praças de pedágio, por exemplo.

 

Deixe uma resposta