“Posição do governo, hoje, não é essa”, diz Mourão sobre Constituinte

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

O governo federal não comunga com a opinião do deputado federal Ricardo Barros (PP-PR) de realizar uma nova Constituinte. A afirmação foi feita nesta quarta-feira (28) pelo vice-presidente da República, Hamilton Mourão (PRTB). Na última segunda-feira (26), Barros, que é líder do governo na Câmara dos Deputados,  disse que a Constituição tornou o país “ingovernável” e sugeriu um plebiscito para reformar a Carta Magna.

Perguntado sobre o assunto, Mourão não teceu nenhuma crítica, mas deixou claro que tem opinião diversa. “Isso aí eu já me pronunciei durante a campanha eleitoral, não tem mais o que falar, porque a posição do governo,hoje, não é essa”, disse.

O vice-presidente falou ainda que, por ser parlamentar, Barros tem outras prerrogativas, como a liberdade por suas palavras e opiniões, por exemplo. “Diferentes de quem é, como no meu caso, vice-presidente, eleito com o presidente Bolsonaro, que em nenhum momento tocou nesse assunto”,

Mourão relembrou que a Constituição Federal vem sendo emendada desde que foi criada, há 32 anos. “Tem gente que considera que a gente pode continuar com ela, pelas características e a forma como ela foi montada. E, paulatinamente, vai se melhorando ela por meio dessas emendas que vão sendo realizadas.. E tem gente que não, que acha que tem que voltar tudo pra estaca zero”, pontuou. (Metrópoles).

 

Deixe uma resposta