Lista de compras do Palácio tem bacalhau do Porto e queijo holandês

É nas gélidas águas do Atlântico Norte que são pescados e salgados os melhores bacalhaus do mundo. O legítimo, conhecido popularmente como Bacalhau do Porto, e cientificamente por Gadus Morhua, é considerado o mais nobre, mais largo e com as postas mais altas. A carne, de coloração amarelo-palha, quando cozida, apontam os livros de receitas, desfaz-se em lascas claras e tenras, de sabor inconfundível e sublime.

Recomendado em todos os pratos da cozinha internacional, este é o bacalhau cobrado pela Casa Civil do governo paranaense em edital de até R$ 120 mil para compra de alimentos para as refeições da governadoria e do secretariado, segundo o que constatou o site Livre.jor em pesquisa no Portal da Transparência do governo estadual.Lista de compras do Palácio tem bacalhau do Porto e queijo holandês

Da iguaria conhecida das cozinhas portuguesas o governo do Paraná pretende comprar 64 pacotes de um quilo. Cada pacote pode custar até R$ 209, quase metade dos R$ 440, valor estimado pelo Dieese para a cesta básica em Curitiba, composta por mais de 40 quilos de alimentos como carnes, arroz e feijão.

O peixe salgado é um dos mais de 110 itens na lista de compra de pescados, frios, laticínios e condimentos para, conforme especifica o documento do edital, “atendimento da demanda dos gabinetes da Governadoria, Vice-Governadoria e Casa Civil, por parte da cozinha do Palácio Iguaçu em almoços ou jantares oficiais”.

O “fiel amigo”, expressão pela qual o bacalhau é conhecido em terras portuguesas, não ficará sozinho na mesa do poder executivo. Do edital da Casa Civil, podemos ainda destacar outros itens de luxo, como 6,4 quilos de carpaccio de salmão, ao preço de até R$ 60 o pacote com 200 gramas; ou ainda dois quilos do queijo tipo Massdam, de origem holandesa, conhecido por ter um sabor doce, amanteigado e de nozes com um fundo trufado. O governo está disposto a pagar até R$ 104 o quilo.

O edital segue o modelo de registro de preços, o que não cria a obrigação do governo comprar exatamente o total de alimentos cotado. A quantidade de produtos, contudo, segundo a Casa Civil no documento, foi definida com base na média utilizada mensalmente “pela divisão de serviços gerais, setor responsável pelo recebimento dos itens, bem como o preparo da parte de alimentação”. Os preços unitários variam de R$ 10 para um pacote de meio quilo de farinha de rosca, a R$ 240 para um quilo de zimbro, um tipo de tempero seco.

Carpaccio de carne; copa curada; lombo defumado; salame italiano; peito de peru defumado; queijos tipo emmental, esférico, cottage, gorgonzola, provolone, gouda e gruyére; damasco seco; tomate seco; azeitona graúda verde e preta; sorvetes de morango, chocolate, creme e flocos; amêndoa; avelã; noz chilena; noz macadâmia; pistache; noz pecan; pimenta caiena; zattar e vários outros itens estão a lista de compras do governo. Confira o edital no site da transparência.

6 COMENTÁRIOS

  1. Sugiro ao site uma matéria com relação dos servidores comissionados, do governo e assembleia, tem servidores recebendo, mas cada um esta na sua casa, não cumprem nenhum horário. Na Assembleia só pegar as nomeações do presidente e Primeiro secretário, veja onde estão trabalhando.

  2. Não entendo porque essa galera não vai almoçar em casa, restaurantes/similares, Marmitex ou ainda já que gostam tanto de trabalhar (Palácio) por que não levam uma marmita de casa e usam apenas o microondas para aquece-la. Assim o executivo nunca terá recursos para cumprir com o mínimo (reposição salarial dos servidores do executivo). Senhores feudais (governador e seus asseclas) pensem quanta alimentação básica (cardápio de mortais) daria para servir em asilos, creches, orfanatos e outras instituições… Quando forem se alimentar com o bom e do melhor com recursos públicos lembrem-se deste texto e se mesmo assim insistirem desejo a todos uma BOA MA-DIGESTÃO . Pronto Falei !!!

  3. Que absurdo ! Pessoal do Gabinete do Governador, do Vice Governador e do todo poderoso Chefe da Casa Civil vão COMER MUITO BEM ( e com o dinheiro de impostos que os paranaenses PAGAM ! Enquanto isso nas ruas do Estado do Paraná muitos moradores de rua pedindo um prato de comida! Que vergonha esse Governo….E não ficam nem com vergonha quando fazem a declaração > QUE VÃO CORTAR PRIVILÉGIOS!
    Bom senso e respeito aos PARANAENSES ( eles merecem ) !

    Aproveito para PARABENIZAR o PROJETO LUZ ( trabalho voluntário), que toda quarta feira distribui sopa para os moradores de rua de Curitiba !

  4. Nosso governador Ratinho Júnior e sua entourage, quando fazem a barba, devem usar óleo de peroba, porque tamanha é a “Cara de Pau” . Na propaganda oficial diz que o Estado cortou privilégios, mas parece que na prática a coisa é bem diferente. Cada ocupante de cargo público, deveria se alimentar por conta própria, na residência ou em qualquer outro estabelecimento de sua livre escolha, e quando em viagem recebem diária para custear suas despesas. Logo, adquirir produtos para alimentação, com recursos dos impostos pagos pelos contribuintes chega a ser uma afronta ao cidadão de bem.

  5. Muita cara de pau desses pelegos que dizem representantes dos paranaenses…Deveriam ficar envergonhados com essa licitação…O Paraná vive as trevas da gestão pública…O Giona do TCE governa, faz leis…O secretário da SEFA passou uma semana no RJ, de férias. Aliás esse é o pior de todos, um verdadeiro galo da campina. Enquanto isso a insegurança toma conta, já não se sabe quem manda lá. Se os “operadores” ou os oportunistas q tomaram o principal Órgão do Estado. Um desgoverno que interessa as eminências instaladas na casa civil e na Alep…Vergonhoso esse gestores que não conseguem diferenciar os interesses de Estado dos interesses de governo, gestão lixo e não vai se reeleger, será um retrato amarelado na parede do Palácio Iguaçú!!! O menino do TCE vai enterrar o Ratinho assim como enterrou a Cida e bem feito!!!

  6. O rato tem dentinhos afiados e apetite pantagruélico. É um rato-orca! Ou será um rato-hipopótamo? Ou uma nova espécie o “ratus paranaensis”? Seja como for, tem um paladar requintado o roedor em qüestão ( como diria o mitológico capitão-presidente). Motivo para estudos zoológicos. Com a palavra os ilustres pesquisadores da gloriosa Universidade Federal do Paraná, o estado onde se cumpre a lei que é para todos…

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

%d blogueiros gostam disto: