Lira adia para esta quarta a eleição da Mesa Diretora da Câmara

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), adiou para esta quarta-feira (3), às 10 horas, a eleição dos cargos da Mesa Diretora (para os cargos de 1º e 2º vice-presidentes, quatro secretários e quatro suplentes). É uma tentativa de evitar a entrada do Supremo Tribunal Federal (STF)  na confusão criada pelo próprio Lira ao desmanchar o bloco partidário do seu concorrente Baleia Rossi (MDB-SP).

Ao longo desta terça-feira (2), Lira vem buscando um acordo para acomodar no comando da Casa ao menos dois partidos que apoiaram Baleia Rossi (MDB) e que foram excluídos na segunda-feira. A tendência é que a 2ª e 4ª secretarias sejam cedidas.

Após a eleição, Lira anulou a composição do bloco de Baleia na divisão de cargos da Mesa Diretora. A reação foi instantânea. PC do B, PT e PSB pretendem ingressar no STF contra o ato, mas admitem que podem desistir  da ideia caso haja acordo.

O PDT já entrou com mandado de segurança no STF, encaminhado por sorteio para análise do ministro Dias Toffoli.

Arthur Lira definiu na tarde desta terça-feira (2)  em reunião com as lideranças partidárias as candidaturas para a nova Mesa Diretora.

De acordo com o novo acordo, o PL (ex-PR) permanecerá com a 1ª Vice-Presidência, assim com o PSD com a 2ª Vice-Presidência.

O PT perde a 1ª Secretaria para o PSL, que deve indicar Luciano Bivar – apesar de Vitor Hugo querer a vaga.

A 2ª Secretaria, que era do PSDB, vai para o PT. E a 3ª Secretaria será disputada por PSDB e PSB.

Por fim, a 4ª secretaria, que estava reservada para Rede ou PSB, agora vai para o Republicanos.

 

 

Deixe uma resposta