Leprevost pede orações para tomar decisão sábia

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

leprevostO deputado Ney Leprevost (PSD) dá sinais aos seus eleitores de que ainda não decidiu abandonar a disputa para a prefeitura de Curitiba – fato considerado definitivo desde a última sexta-feira (4) quando o Palácio Iguaçu informou extraoficialmente que o governador Ratinho Jr. o chamou para reassumir “imediatamente” o comando da secretaria estadual da Justiça.

Em postagem no Instagram, Leprevost pede orações a todos que “gostam de mim” para auxiliá-lo a “tomar uma decisão política muito importante neste final de semana”.

Disse precisar da ajuda de Deus para ter “discernimento e sabedoria para tomar a decisão que for melhor para Curitiba e para todos nós”.

A convenção do PSD municipal, que decidirá sobre o lançamento de candidaturas a prefeito e vereadores, está marcada para o próximo dia 15. Até lá, Leprevost precisará convencer poderosas forças internas da legenda (dentre as quais o governador Ratinho Jr.), que preferem não criar obstáculos à reeleição de Rafael Greca.

A convenção poderá decidir, ao contrário do que Leprevost pretendia, que Eduardo Pimentel – ex-tucano que se filiou ao PSD em abril passado – deve continuar vice-prefeito na chapa de Greca.

4 comentários em “Leprevost pede orações para tomar decisão sábia”

  1. Isso e um embuste. Chamar Deus pra tomar esta decisão e digna dum farofeiro da fé alheia.

    Fala a verdade que Deus tá ouvindo. Diz logo que é tudo acerto do preço pra deixar a vida do greca mais mansa que a dos filhos do Recruta Zero, que vivem da mesada dos funcis dos gabinetes.

  2. Esse pedido é mais falso do que nota de R$ 3,00. Na verdade ele está numa sinuca de bico, porque se decidir ser candidato vai contrariar quem manda e decide no PSD, que é o Governador Ratinho Jr. e não vai ser homologado na convenção e, por outro lado, se decidir em voltar ao Governo de Ratinho Jr. vai com o rabinho entre as pernas. Qual a credibilidade que vai passar aos seus eleitores, se quiser concorrer a cargo eletivo em 2022? Também se desistir de concorrer vai apoiar o Greca? Se não apoiar como fica seu partido, se este indicar o candidato a vice-prefeito?

Deixe uma resposta