In dubio pro societa

Do deputado Sérgio Szveite lendo seu parecer na CCJ: “Neste momento não vale o provérbio in dubio pro reu. O que vale é o in dubio pro societa.

Artigo anteriorTemer no segundo degrau
Próximo artigoPronto!

2 COMENTÁRIOS

  1. Não sou latinista, mas não me parece correta a expressão “in dubio pro societá” (societá com pronúncia italiana e não latina, além de tudo…) usada pelo deputado relator na CCJ e repetida por toda a mídia.
    O correto seria: “in dubio pro SOCIETATE”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

%d blogueiros gostam disto: