Governo vai rever decisão que elimina taxa para leite importado

O presidente Jair Bolsonaro orientou o Ministério da Economia a rever uma decisão anunciada na semana passada: o fim da cobrança de uma taxa extra que era cobrada sobre as importações de leite em pó da União Europeia e da Nova Zelândia. No entendimento dos ruralistas, a decisão vai acirrar a concorrência com o produto importado e levar a produção local ao “colapso”.

A área econômica ainda estuda que tratamento técnico dar à medida, publicada no Diário Oficial da União no último dia 5.

A sobretaxa era cobrada sobre o leite em pó importado desde 2001 e se somava à tarifa já cobrada sobre o produto, que hoje é de 28%. No caso da Nova Zelândia, havia um adicional de 3,9%. Para o produto europeu, a sobretaxa era de 14,8%. Em ambos os casos, era uma taxação cobrada para compensar os efeitos do dumping, ou seja, da concorrência desleal praticada por esses países, ao vender para cá um produto abaixo de seu preço de custo, causando prejuízo à produção local.

A sobretaxa é revista a cada cinco anos e veio sendo sucessivamente prorrogada desde 2001. Porém, na revisão referente ao período 2012 a 2017, realizada ainda no governo de Michel Temer, o estudo técnico concluiu que não houve dumping. Pelo contrário, no período o Brasil não importou leite em pó da Nova Zelândia, o país mais competitivo do mundo nesse produto. E as compras da União Europeia foram na faixa de US$ 1.000 por dia, um valor considerado baixo. No total, o leite em pó importado contribui com 2,4% do consumo nacional. (Com informações de O Estado de S. Paulo)

2019-02-12T08:32:50+00:00 11 fevereiro - 2019 - 20:21|Brasil, Paraná, Política|2 Comentários


2 Comentários

  1. Ricardo R 11 de fevereiro de 2019 em 23:10 - Responder

    Bozo erra quando decide e acerta quando recua. Bem vindo ao modo vidraça. Não dou seis meses pro Guedes vazar do cargo.

  2. luiz 12 de fevereiro de 2019 em 09:25 - Responder

    A produção leiteira também faz parte da literatura das piadas prontas, está chorando por uma Teta!!! Quero ver se o Guedes vai amarelar, pois se ele fizer isso, esqueçam do resto, porque a indústria só está esperando para fazê-lo engolir o que ele disse na campanha, que ajudaria a indústria apesar dos industriais.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Contraponto. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Contraponto se reserva os direitos de não publicar e de eliminar comentários que não respeitem estes critérios.

Deixe uma resposta