Escritório de suplente de Moro tem contratos milionários com a Petrobras

Na convenção do União Brasil, realizada nessa terça-feira (2) em Curitiba, foi oficializada a candidatura de Sergio Moro ao Senado Federal, bem como foram aprovados os nomes dos seus dois suplentes. O primeiro é o advogado Luís Felipe Cunha, amigo de Moro, e o segundo, o empresário Ricardo Guerra, irmão do deputado estadual Luiz Fernando Guerra.

Quem buscar no Google vai encontrar informações sobre Luís Felipe Cunha. Reportagem do jornalista Ricardo Chapola, na revista Veja, publicada em março deste ano, revelou que Cunha é considerado o braço direito de Sergio Moro e seu escritório é dono de quatro contratos com a Petrobras, “estatal que foi o cerne das investigações da Lava Jato na época em que o então juiz de Curitiba era responsável pelos processos da operação na primeira instância. De todos os contratos, que totalizam R$ 7,2 milhões, três ainda estão em vigor. A revista obteve as informações através da Lei de Acesso à Informação.(Do Maringá News/Angelo Rigon).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

%d blogueiros gostam disto: