Para Moro, Dallagnol deve ficar na Lava-Jato

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública e ex-juiz federal Sérgio Moro foi as redes sociais, nesta segunda-feira (17), para defender a permanência do procurador Deltan Dallagnol no Ministério Público Federal (MPF), em Curitiba. O procurador será julgado nesta terça-feira (18) no Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP).

Uma das ações que serão julgadas foi apresentada pela senadora Kátia Abreu (PP-TO). A parlamentar defende o afastamento de Dallagnol da força-tarefa “a bem do interesse público” e a transferência dele para outra unidade do Ministério Público Federal.

No Twitter, Moro afirmou que a Constituição prevê a irremovibilidade dos integrantes do órgão.”A Constituição estabelece prerrogativas para os membros do MP, como a de não ser removido. Essa é a garantia para poder trabalhar com independência. O trabalho da força-tarefa da Lava-Jato, coordenada por Deltan Dallagnol, é um marco para o combate à corrupção”, escreveu.

Enquanto isso, Deltan Dallagnol pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) que as ações contra ele não sejam julgadas. O caso está sob relatoria do ministro Marco Aurélio Mello, que não tem prazo para julgar.

 

1 comentário em “Para Moro, Dallagnol deve ficar na Lava-Jato”

Deixe uma resposta