Bolsonaro volta a criticar TSE e diz que eleições de 2022 não serão confiáveis

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
O presidente Jair Bolsonaro questionou na manhã desta quarta-feira (11) a segurança das eleições brasileiras. Durante conversa com apoiadores na frente do Palácio da Alvorada, em Brasília, ele destacou que metade dos deputados que votaram pela PEC do voto impresso não confia no trabalho do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e que o resultado do pleito do ano que vem não será confiável.

“Números redondos: 450 deputados votaram ontem. Foi dividido, 229 [a favor], 218 [contra], dividido. É sinal que metade não acredita 100% na lisura dos trabalhos do TSE. Não acreditam que o resultado ali no final seja confiável. Dessa outra metade que votou contra, você tira PT, PCdoB, PSOL, que para eles é melhor o voto eletrônico. Tirando esses partidos de esquerda, muita gente votou preocupado. Realmente estamos com problemas. Essas pessoas aí decidiram votar com o ministro lá, presidente do TSE. Não é que está dividido, é uma eleição em que não vai se confiar no resultado das apurações”, disse Bolsonaro.

“Hoje em dia sinalizamos uma eleição… não é que está dividida. Uma eleição onde não vai se confiar no resultado das apurações”, declarou.

Deixe uma resposta