Alvaro culpa Maia pela não aprovação da PEC do fim do foro privilegiado

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

O senador Alvaro (Podemos-PR), que é autor da PEC do fim do foro privilegiado, perdeu a paciência com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), segundo o blog O Antagonista. A proposta está sendo segurada há muito tempo por Maia.

“A população tem razão de atacar o Congresso. Por que deixar na gaveta este projeto? Não posso culpar nenhum partido, nenhum deputado a não ser o presidente da Câmara. Ele é o único responsável. Toda a agressão justa neste momento há de ser dirigida ao presidente da Câmara, que se julga imperador e mantém na gaveta este projeto há muito tempo. Eu já cansei de falar com ele. Não vou mais procurá-lo para falar pessoalmente, é obrigação dele: ele tem que colocar em votação este projeto. Ele não é dono do Congresso, não é dono da Câmara. Ele está desrespeitando o povo brasileiro”, disse o parlamentar.

Em vídeo para as redes sociais, Alvaro Dias fez menção ao caso da deputada Flordelis. “A Flordelis está solta, ela não foi presa. Ela não é uma flor, ela é mandante do crime do próprio marido, filhos participaram [do crime]. Obviamente isso choca, porque é uma pregadora evangélica, uma deputada. Mas o problema que estou trazendo é esta vergonha que há na Câmara dos Deputados do engavetamento do projeto que acaba com o foro privilegiado.” Por fim, o parlamentar paranaense perguntou:  “Quantos mais não podem ser presos devido ao foro privilegiado?”

 

Deixe uma resposta