TSE determina bloqueio de verbas de canais bolsonaristas

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
O corregedor-geral da Justiça Eleitoral, ministro Luís Felipe Salomão, determinou a suspensão da monetização de canais bolsonaristas nas plataformas YouTube, Facebook, Instagram, Twitter e Twitch.TV. Enquanto durar a investigação, os recursos financeiros serão transferidos para uma conta judicial.

O pedido de medidas cautelares contra os canais partiu da delegada Denise Dias Rosas, da Polícia Federal (PF), que investiga o caso no âmbito do inquérito administrativo aberto pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para apurar a disseminação de ataques e notícias falsas contra o sistema eleitoral brasileiro.

Segundo Salomão, “após explicar a forma de atuação desse grupo e o modelo de influência por ele adotado, a autoridade policial informa haver estudos demonstrando que a disseminação, nas redes sociais, de notícias falsas ou sem lastro, quanto a fraude nos sistemas de votação, corrói a confiança da população no processo eleitoral, que consubstancia uma das bases do Estado Democrático de Direito”.

Deixe uma resposta