Está em lugar tão incerto e não sabido que nem sua mulher, a juíza federal Morgana Richa, sabe como encontrar o marido Pepe Richa, o ex-secretário de Infraestrutura e Logística denunciado por crime de corrupção na Operação Rádio Patrulha. O juiz da 13.ª Vara Criminal de Curitiba, Fernando Fischer, precisa notificá-lo presencialmente da imputação que o tornou réu, mas oficiais de justiça encarregados de intimá-lo não conseguem encontrá-lo.

O juiz reclama também do não comparecimento de outro réu, o primo distante Luiz Abi Antoun, mas sabe, pelo menos, que este se encontra no Líbano.

Fischer resolveu, então, fazer o que manda o Código de Processo Penal: instruiu o Oficial de Justiça entregar a notificação até mesmo para um vizinho, se, em outra tentativa de visita, não encontrar Pepe de novo.