Rosângela Moro com Leprevost?

A advogada Rosângela Moro, mulher do ex-juiz e futuro ministro da Justiça Sérgio Moro, poderá compor a equipe da secretaria da Justiça e da Família. Ela foi convidada pelo deputado Ney Leprevost, anunciado há pouco por Ratinho Jr. para assumir a pasta, resultado da fusão da tradicional Justiça com a da Família e Desenvolvimento Social, esta última ocupada por sete anos pela ex-primeira dama Fernanda Richa.

Rosângela seria responsável por assuntos sociais e de cidadania, nos quais é especialista. A mulher de Moro, porém, ainda não deu resposta afirmativa ao convite de Leprevost.

2018-12-14T18:28:17+00:00 14 dezembro - 2018 - 18:28|Brasil, Paraná, Política|4 Comentários


4 Comentários

  1. Leitora 14 de dezembro de 2018 em 19:21 - Responder

    Bom… isso prova que a gente nunca conhece um politico.
    Jamais vou votar novamente nele e acho que Greca tem alguma razao em criticar a falta de estudo
    Realmente cursar uma federal torna a pessoa inconfundivelmente capaz de reconhecer fatos, buscar soluções e trabalhar em prol da sociedade e nao em prol de nichos que alguns sociais consideram mais iguais que os outros iguais.
    Perdeu Leprevost

  2. Fábio Aguayo 14 de dezembro de 2018 em 20:01 - Responder

    A Humildade do Deputado Ney Leprevost em convidar uma pessoa que sabidamente tem notoriedade e entende de um assunto, demonstra o quanto as pessoas/políticos querem se rodear de pessoas honestas e competentes, principalmente que pensam no coletivo e não no umbigo.

  3. Abaltasar Agraciano 14 de dezembro de 2018 em 20:43 - Responder

    O comércio é isso: a tragédia de um homem é sucesso de outro. Política no Paraná não é pra amadores.

  4. Carlinhos 15 de dezembro de 2018 em 08:58 - Responder

    Separação de corpos.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Contraponto. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Contraponto se reserva os direitos de não publicar e de eliminar comentários que não respeitem estes critérios.

Deixe uma resposta