Ricardo Barros pede substituição de delegado ligado a Moro e a Dallagnol

O deputado federal Ricardo Barros (PP-PR), líder do governo na Câmara dos Deputados, entrou no Supremo Tribunal Federal (STF) com recurso denominado “agravo regimental” para solicitar a substituição do delegado José Versiani, da Polícia Federal (PF), da investigação sobre compra de medicamentos de alto custo.

Os advogados do parlamentar paranaense argumentaram ao ministro Alexandre de Moraes que o delegado é ligado ao ex-ministro Sérgio Moro (Podemos-PR) e ao ex-procurador da República, Deltan Dallagnol (Podemos-PR), e por isso não tem imparcialidade para tocar a apuração contra o líder do governo.

Em pedido a Moraes, os advogados de Barros reforçam que o delegado Versiani tem “ligação de confiança” com Moro. O delegado foi coordenador-geral de Cooperação Jurídica Internacional em Matéria Penal do DRCI (Departamento de Recuperação de Ativos e Cooperação Jurídica Internacional), órgão subordinado ao Ministério da Justiça, na gestão Moro. (Do Diário do Poder).

Deixe uma resposta