Requião Filho explica críticas ao PT e ao governo Lula

O deputado estadual Requião Filho (PT) fez nesta sexta-feira (27), por meio de um vídeo postado nas redes sociais,  uma análise das críticas feitas por ele e o pai, o ex-governador Roberto Requião (PT),  ao Partido dos Trabalhadores (PT) e também ao primeiro mês do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O comentário foi feito um dia após a indicação do deputado federal Enio Verri (PT-PR) ao cargo de diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional.

Para o parlamentar, as cobranças feitas por eles nada mais são que instrumentos da democracia. Requião Filho disse que ele e o pai têm “cobrado posições mais firmes e fortes do Governo Federal e algumas pessoas tem se assustado como isso. (…) Nós apoiamos o Lula mesmo antes de estar dentro do PT e agora cobramos que o discurso feito na campanha seja implementado. A gente não foi eleito para passar pano não, a gente foi eleito para defender o interesse público, o interesse brasileiro”.

Para Requião Filho, o PT até o momento não tem demonstrado ser o mesmo partido que derrotou Jair Bolsonaro (PL) nas eleições.

“Queremos posições firmes para que nossos empresários possam crescer sem ter que diminuir direitos trabalhistas e, isso significa, uma política econômica e tributária mais justa para o pequeno e médio empresário aqui no Brasil. Queremos ver a indústria nacional crescer, mas para isso, é preciso baixar tarifas de energia e baixar os preços dos combustíveis. Isso depende de uma mão firme e forte no Governo Federal. Precisamos reverter privatizações e queremos ver o PT ser aquele PT da campanha, defendendo interesse público. Meu trabalho é para você paranaense, você brasileiro, não é um trabalho para uma sigla”, concluiu. (De Felipe Ribeiro, da Rádio Banda B).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

%d blogueiros gostam disto: