Maia pode engavetar projeto de Alvaro que limita juros de cartão de crédito

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia ||(DEM-RJ), deu a entender nesta sexta-feira (7)que não deve colocar em votação no plenário o projeto de lei, de autoria do senador paranaense Alvaro Dias (Podemos), aprovado no Senado Federal que limita em 30%, ao ano, os juros do cartão de crédito e do cheque especial durante a pandemia da covid-19. A informação é do jornal O Estado de S. Paulo.

Maia pode engavetar projeto de Alvaro que limita juros de cartão de créditoSegundo Maia, uma intervenção do Congresso Nacional nesse sentido pode provocar efeito colateral em outras linhas, encarecendo e limitando o crédito para os consumidores. Para o presidente da Câmara, os bancos precisam encontrar de maneira rápida “soluções” para produtos tão “nocivos” aos clientes. O projeto é daqueles que “tem cara boa, mas gera muitos problemas”, disse.

Ao justificar a proposta, o senador Alvaro Dias (foto) defendeu que, durante a crise, o cartão de crédito e o cheque especial seriam utilizados por profissionais liberais e empregados em geral para pagar as contas. Sem renda, eles entrariam no rotativo do cartão, com juros que “superam 300% ao ano, de acordo com dados divulgados pelo Banco Central, com instituições financeiras cobrando até mais de 600%”.

 

1 comentário em “Maia pode engavetar projeto de Alvaro que limita juros de cartão de crédito”

Deixe uma resposta