Para onde vai Sciarra?

Quem observa de perto o núcleo político mais próximo do governador eleito Ratinho Junior vê que já há funções mais ou menos estabelecidas para cada um dos companheiros. O deputado Guto Silva já age como chefe da Casa Civil. Márcio Nunes, também deputado, é cotado para a Secretaria de Desenvolvimento Urbano, enquanto que o fiel assessor João Carlos Ortega tem o perfil que se imagina para a chefia de Gabinete. Norberto Ortigara, ex-secretário da Agricultura nos governos de Beto Richa, pode aparecer na Sanepar.

Mas e Eduardo Sciarra, articulador experiente, presente desde as primeiras reuniões que formataram o que seria a candidatura Ratinho? Gente próxima garante que o ex-chefe da Casa Civil de Beto Richa não disputa e não quer cargos no governo. Deve atuar como conselheiro informal, sem salário e sala no Palácio do Iguaçu, mas com alto poder de influência junto ao governador eleito.

2018-11-08T16:51:38+00:00 08 novembro - 2018 - 15:31|Brasil, Paraná, Política|2 Comentários


2 Comentários

  1. JuniJú 8 de novembro de 2018 em 17:12 - Responder

    Já colocou a amiga no MOM.
    Amigo do Richa, chega.

  2. Jose 8 de novembro de 2018 em 23:28 - Responder

    E pensar que esse senhor era o segundo em comando no dia 29 de abril de 2015. De sua janela no Palacio Iguaçu acompanhou a corajosa PM do Parana avançar sobre os perigosissimos professores estaduais armados ate os dentes com espigas de milho explosivas.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Contraponto. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Contraponto se reserva os direitos de não publicar e de eliminar comentários que não respeitem estes critérios.

Deixe uma resposta