Osmar Dias vira pivô de todos os desejos

O ex-senador Osmar Dias consolida sua posição como “pivô” de todos os arranjos pré-eleitorais que se processam no Paraná. Presidente estadual do PDT e candidato a governador do estado, virou peça-chave e decisiva de tantos quantos têm projetos para concorrer ao governo ou ao Senado. Vejamos:

  • O irmão Alvaro Dias, candidato à presidência da República, o quer filiado ao Podemos para com ele fazer uma “dobradinha” no Paraná;
  • O PDT insiste para que ele permaneça no partido, garante-lhe a vaga de candidato a governador mas ainda não bateu martelo a respeito de uma condição essencial: a de liberar Osmar a apoiar Alvaro, já que os pedetistas têm Ciro Gomes como candidato a presidente;
  • O PSB paranaense, apesar de uma carta não autorizada assinada pelo presidente estadual Severino Araújo retirar o convite de filiação de Osmar ao partido, mantém-se aberto e aflito. A bancada de deputados desautorizou Severino e insiste no convite;
  • O governador Beto Richa acha importante que Osmar seja candidato a governador e, junto com o PSB (com quem faz parceria), insiste neste projeto. Beto teme que se Osmar ficar sem espaço e decidir concorrer ao Senado, vira uma séria ameaça à própria candidatura a senador.
  • O senador Roberto Requião corre por fora, mas torce para que Osmar permaneça no PDT. Requião voltou a sonhar em disputar de novo o Palácio Iguaçu fazendo aliança com o PT e Lula. Osmar seria seu candidato a senador.
  • Ratinho Jr. e Cida Borghetti também sonham em afastar Osmar Dias da concorrência. O marido de Cida, o poderoso ministro Ricardo Barros, inclusive já enviou inúmeros sinais de fumaça para propor aliança.

O ex-senador permanece em Curitiba a maior parte do tempo, revezando-se entre o apartamento da família no Batel e a sede do PDT na rua da Glória. Mantém contatos frequentes com correligionários do interior e vai levando a vida. Mesmo assim, sem fazer a mesma correria de campanha em que Ratinho Jr. se empenha todas as semanas, todas as pesquisas (divulgadas ou não divulgadas) mostram Osmar Dias pouco à frente do seu principal adversário.

O ex-senador não vê razão para pressa. Tem até março para decidir pela melhor opção.

1 COMENTÁRIO

  1. Sugestão para o Osmar é, pensando no melhor para o Paraná,… se coligar com o Ratinho, sair para Senador, com os dois apoiando o Alvaro. Chapa imbatível inclusive para 2020 e para decretar o fim de um ciclo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui