Os bancos sempre saem ganhando

Colunista deste Contraponto, o advogado Claudio Henrique de Castro aborda um tema que polêmico: a Justiça brasileira ajuda os bancos a conseguirem os altos lucros que apresentam em seus balanços.

Um exemplo: vítima de fraude, o cliente ganha na justiça o direito de ter de volta o exato valor que lhe foi surrupiado da conta – mas os juízes se “esquecem” que o Código do Consumidor determina que a devolução deve ser em valor dobrado. Além disso, arbitram indenizações por danos morais claramente insuficientes.

Resultado: os bancos não são punidos na escala legal e justa, enquanto os clientes arcam com todos os incômodos – como o tempo que perdem e os aborrecimentos que sofrem.

Ouça esta lição didática do colunista:

3 COMENTÁRIOS

  1. Os candidatos do sindicato dos bancários de Curitiba que entraram na politica, hoje sao cadáveres políticos. Entraram no governo PT e surpresa defenderam os interesses dos bancos e fizeram com que eles ganhassem bilhões. Belo discurso nao é mesmo? Acho que vc deve chorar.

  2. Sério mesmo? Fantastico. O analista descobriu pelo visto sozinho algo que o Sindicato dos Bancários diz ha uns 35 anos pelo menos.

    Não sei se caio na gargalhada ou se choro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

%d blogueiros gostam disto: