O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, afirmou nesta quinta-feira (10), em Foz do Iguaçu (PR), que o modelo de gestão do Parque Nacional Iguaçu (PNI) é um exemplo de parceria entre os setores público e privado que deu certo e deve ser levado para todo o Brasil. Ele também elogiou o papel de Itaipu Binacional na promoção do turismo, do desenvolvimento socioeconômico e na conscientização ambiental.

“O Parque Nacional do Iguaçu é um grande atrativo turístico para o Brasil e demonstra a eficiência da parceria público-privada: o poder público dá as condições [necessárias] e o setor privado desempenha bem os serviços”, afirmou.

Ministro vê Parque Nacional do Iguaçu como modelo para parcerias

Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, com o diretor-geral de Itaipu, Marcos Stamm.

Ricardo Salles esteve no Paraná para participar das comemorações dos 80 anos do Parque Nacional do Iguaçu, que abriga as Cataratas do Iguaçu. O ministro Ricardo Salles elogiou o modelo de concessão do Parque Nacional do Iguaçu. Cerimônia teve as Cataratas como cenário.

“O turismo concorre em várias frentes: divulgação de riquezas, conscientização ambiental, desenvolvimento econômico, e esse é um grande trabalho que se faz na Itaipu”, disse o ministro, que também destacou a principal missão da empresa, recordista mundial na produção de energia limpa e sustentável. “Sem energia o Brasil não se desenvolverá.”

A cerimônia teve a participação do governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior, do presidente do Instituto Chico Mendes para Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Adalberto Eberhard, do prefeito em exercício, Nilton Bobato, e do diretor-geral brasileiro de Itaipu Binacional, Marcos Stamm – entre outras autoridades.