A pastora Damares Alves, futura ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos no governo Bolsonaro, é mesmo uma mulher de fé. Em pregação durante um culto da igreja do Evangelho Quadrangular, ela impressionou os fieis com a revelação de a experiência pessoal que teve durante a infância: disposta a se suicidar e pronta a tomar veneno, viu Jesus de aproximando do pé de goiaba onde ela havia subido. E foi então que desistiu de se matar.