Liberada para julgamento ação que pode cassar Bolsonaro e Mourão

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

O ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Luís Felipe Salomão,  liberou para julgamento ação que pede a cassação da chapa formada pelo presidente Jair Bolsonaro e pelo vice-presidente Hamilton Mourão.

O pedido, apresentado pela coligação formada por PDT e Avante nas eleições de 2018, sustenta que a chapa vitoriosa no último pleito presidencial se utilizou irregularmente da contratação de disparos em massa de mensagens por WhatsApp durante a campanha eleitoral.

O magistrado, que também é corregedor-geral eleitoral, é o relator da ação. Com sua decisão, fica a critério do presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, a definição de uma data para a realização do julgamento.

Nessa quarta-feira (5), o TSE finalizou a etapa de procura por provas em outra ação apresentada por PDT e Avante. Luis Salomão negou pedido da coligação para obter informações no WhatsApp sobre as empresas suspeitas de fazer os disparos de mensagens.

No total, Bolsonaro e Mourão são alvos de quatro ações que apontam irregularidades envolvendo disparos de mensagens. Elas transitavam em conjunto no TSE, mas Salomão optou por dar prosseguimento às duas apresentadas por PDT e Avante porque as duas restantes, de autoria da coligação PT/PCdoB/PROS, aguardam definição do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre compartilhamento de dados do inquérito que apura ofensas a ministros da Corte. (Da Carta Capital).

Deixe uma resposta