O juiz Thiago Flôres Carvalho, do Tribunal do Júri de Curitiba, determinou a prisão do ex-deputado Luiz Fernando Ribas Carli Filho, condenado como responsável de ter causado a morte de dois jovens em acidente de carro em 2009, no bairro Campo Comprido. Até a noite desta sexta-feira (23), Ribas Carli não havia sido encontrado para para iniciar o cumprimento da pena, mas sua defesa informou que se apresentará o mais rápido possível.

O mandado de prisão foi expedido há mais de uma semana, mas vinha sendo mantido em sigilo para evitar a fuga de Carli Filho. Entretanto, como houve vazamento da informação e diante, também, do fato de advogados dele terem buscado informações, o juiz entendeu que já não mais havia razão para manter o segredo judicial e determinou a imediata aplicação das medidas, conforme se lê no despacho a que o Contraponto teve acesso.

Carli Filho foi condenado a cumprir prisão em regime semiaberto pelo Tribunal do Júri no ano passado, após longa demora processual. Não está clara, ainda, a forma como a ordem será cumprida – em princípio, ele teria a obrigação de se recolher a um presídio designado durante a noite, podendo trabalhar durante o dia.

Entretanto, a inexistência de vagas do semiaberto no sistema carcerário, é possível que ele seja submetido ao uso de tornozeleira eletrônica e a outras medidas cautelares, dente as quais a de não se ausentar da comarca sem autorização do juiz

Dirigindo a cerca de 170 km/h e embriagado, numa madrugada de maio de 2009, Ribas Carli atingiu o veículo ocupado pelos jovens Carlos Murilo de Almeida e Gilmar Rafael Yared – filho da deputada Cristiane Yared – mantando-os instantaneamente. Sua condenação foi inicialmente fxada pelo Tribunal do Juri em 9 anos e 4 meses, mas posteriormente o Tribunal de Justiça reduziu a pena para 7 anos e 4 meses de prisão.

ribas carli
ribas carli 2