Indígenas ocupam sede da Secretaria de Educação em Curitiba

Um grupo de indígenas ocupa desde a tarde de terça-feira (17) a sede da Secretaria Estadual de Educação do Paraná (Seed), em Curitiba. É um protesto contra os critérios para contratação de profissionais indígenas pelo Processo Seletivo Simplificado (PSS). Os indígenas pedem que a revogação do edital.

De acordo com a Seed, uma das exigências do grupo é para que os professores da língua kaigang e guarani não façam prova porque muitos deles não fizeram faculdade, somente magistério.
O PSS oferece quatro mil vagas para professores no Paraná

A Secretaria de Educação informou que recebeu alguns representantes dos índios e que houve um acordo. Mesmo assim, o grupo dormiu no local e disse que não sai de lá até que o novo edital seja publicado no Diário Oficial do Estado (DOE). A publicação das alterações no edital deve ocorrer nesta quarta-feira (18), segundo a Seed, ao mesmo tempo em que uma nova reunião está marcada para esta quarta-feira (18).

Também nessa terça-feira, outros manifestantes, formados por servidores estaduais, também fizeram protesto na capital contra os critérios para contratação de profissionais pelo PSS. Os servidores criticam a militarização das escolas públicas e a terceirização dos funcionários de escola.(Do G1 Paraná).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

%d blogueiros gostam disto: