Hoje, a defesa da democracia é uma luta diária, afirma Romanelli

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
Neste 25 de outubro, quando o Brasil comemora o Dia da Democracia, o deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) destacou que a defesa do sistema democrático é uma tarefa cotidiana e envolve toda a sociedade. “Quem viveu o período sombrio da ditadura sabe o valor da democracia e da liberdade. Se hoje comemoramos a democracia, é em razão de muito esforço dos brasileiros em defendê-la e de fortalecê-la”, afirmou Romanelli.

Romanelli lembra que as tentativas recentes de desestabilizar a democracia foram refutadas pelos brasileiros, mas o alerta continua. “As respostas a estes iluminados que alimentam o sonho de que o País pode dar meia volta na sua trajetória democrática precisam ser fortes e intensas”, sustentou o deputado. “Projetos de poder não podem e não vão prevalecer”.

O deputado afirmou que o Estado Democrático de Direito não pode ser afrontado por agentes públicos e ou qualquer cidadão, e que são inconcebíveis os ataques a outros poderes, a imprensa livre e aos direitos individuais e coletivos. “A democracia nos dá até a liberdade de questioná-la, diferente de um regime repressor. Por isso precisa ser preservada e valorizada”, entende Romanelli.

Herzog – O dia 25 de outubro foi instituído como Dia da Democracia no Brasil para marcar a data de morte do jornalista Vladimir Herzog, ocorrida em 1975. Torturado e morto no período do regime militar, o jornalista virou um ícone da luta pela redemocratização do País.

Deixe uma resposta