Gaeco e PM investigam fogo e morte na vila Corbélia

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e a Corregedoria da Polícia Militar do Paraná cumpriram na manhã desta sexta-feira, 18 de janeiro, dez mandados de busca e apreensão em Curitiba, Campo Largo, Guaratuba e Piraquara.

Oito mandados foram expedidos pela 1ª Vara do Tribunal do Júri de Curitiba (a pedido do Gaeco) e dois pela Vara da Auditoria Militar (a pedido da Corregedoria da PM). O Gaeco investiga as mortes resultantes dos fatos ocorridos nos dias 6 e 7 de dezembro de 2018 na Vila Corbélia, na Cidade Industrial de Curitiba. Na ocasião, um policial militar e dois moradores da Vila foram mortos. Além disso, houve um incêndio que consumiu centenas de moradias.

A Polícia Militar investiga o possível envolvimento de policiais em transgressões de natureza militar.

Confira os áudios do procurador de Justiça e coordenador estadual do Gaeco, Leonir Batisti, sobre a operação.

2019-01-21T08:17:35+00:00 18 janeiro - 2019 - 15:16|Brasil, Paraná, Política|0 Comentários


Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Contraponto. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Contraponto se reserva os direitos de não publicar e de eliminar comentários que não respeitem estes critérios.

Deixe uma resposta