Feirantes de Curitiba fazem protesto contra Greca

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

Mais de 100 caminhões estão sendo esperados pelos feirantes de Curitiba na manifestação marcada para este sábado (15) diante da prefeitura da capital. Trata-se de um ato contra o prefeito Rafael Greca (DEM) que proibiu a realização das feiras-livres aos sábados e domingos, considerados os melhores dias de vendas pelos feirantes. Eles querem a imediata reabertura das feiras de fim de semana.

Os feirantes dizem que não entendem porque os shoppings podem funcionar aos sábados e as feiras não. Argumentam que a tese da prefeitura de que é preciso evitar aglomerações é falsa. Onde há aglomerações e concentração de pessoas é nos shoppings, que são estabelecimentos fechados, afirmam. Segundo os feirantes, as feiras-livres são realizadas em locais abertos, em ruas ou praças, e que é possível evitar as aglomerações sem qualquer problema.

Curitiba tem cerca de 900 feirantes que movimentam as 90 feiras de Curitiba. e eles só podem trabalhar de segunda a sexta-feira. O movimento nos fins de semana, que Rafael Greca proibiu, representa mais de 40% das atividades da categoria.

Para a manifestação deste sábado, os feirantes vão se concentrar na Rua Alberto Bollinger, no Alto da Glória, local de realização de uma das mais tradicionais feiras-livres de Curitiba.

 

Deixe uma resposta