Evangélico abre investigação para apurar morte de estudante

A direção do Hospital Universitário Evangélico Mackenzie instaurou procedimento interno – e sigiloso – para investigar o atendimento prestado ao estudante de medicina José Joaquim Nicurgo Rosa Martins, de 21 anos, que morreu na última segunda-feira após buscar atendimento no pronto socorro da instituição e que foi insatisfatório, segundo ele próprio relatou em mensagens a colegas e reproduzidas por este Contraponto.

A nota do hospital tem o seguinte teor:

O Hospital Universitário Evangélico Mackenzie tem a informar que recebeu com grande pesar a notícia do óbito do paciente José Joaquim Nicurgo Rosa Martins na manhã do dia 11 de maior de 2020.

José Joaquim buscou o Pronto Socorro desta unidade hospitalar para atendimento no 10 de maio de 2020. Nesta oportunidade foi atendido, verificando-se bom estado geral, não apresentando maiores queixas.

Diante da fatídica notícia, o HUEM, imediatamente, instaurou procedimento interno, que tramita sob sigilo, para apurar o ocorrido.

Manifestamos nossas sinceras condolências à família e rogamos que Deus lhes dê conforto neste momento de grande dor.

José Joaquim era mineiro de Uberlândia e cursava em Curitiba o segundo de Medicina na Faculdade Evangélica Mackenzie, pertencente à mesma instituição que administra do hospital. O sepultamento ocorreu na cidade mineira, onde residem seus pais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui