Empresários contra adesão total ao governo

(por Ruth Bolognese) – Ainda está na fase de conversas e avaliações, mas um grupo de empresários do Paraná, muitos deles líderes de entidades tradicionais do estado, pretende manter posições independentes do governo estadual.

A vitória de Ratinho Jr com grande maioria de votos, começa a atrair o apoio incondicional de setores e seus representantes para a esfera dos respectivos governos. No caso do Paraná, por exemplo, a poderosa Federação da Agricultura (FAep), com Ágide Meneghette, se posicionou ao lado do novo governo.

A Federação das Indústrias (Fiep) se mantém neutra: o presidente Edson Campagnolo foi preterido na escolha do vice de Ratinho, que preferiu o presidente da Fecomércio, Darci Piana.

O grupo de empresários que debate um patamar mais crítico em relação ao novo governo pretende aglutinar várias entidades, de todo o estado, antes de qualquer manifestação pública.

2018-11-08T14:25:20+00:00 08 novembro - 2018 - 11:19|Brasil, Paraná, Política|0 Comentários


Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Contraponto. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Contraponto se reserva os direitos de não publicar e de eliminar comentários que não respeitem estes critérios.

Deixe uma resposta