Deputado destaca consenso para reajuste do piso regional paranaense

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
O deputado estadual paranaense Luiz Claudio Romanelli (PSB) afirmou nesta segunda-feira (13) que o reajuste do piso regional é importante para proteger a renda de 1,5 milhão de trabalhadores e elogiou o consenso de empregados e empregadores na aplicação integral do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) de 2021, que teve variação de 10,9% até novembro.

O projeto de lei que assegura a reposição foi aprovado pelos deputados. São quatro faixas salariais e a menor deve chegar a R$ 1,6 mil a partir de janeiro de 2022. “Iniciamos a política do piso regional em 2006 e de lá para cá conseguimos ter grandes avanços. Mantivemos o piso sempre 30% superior ao valor do salário mínimo nacional”, afirma Romanelli.

Atualmente, os pisos em vigor no Paraná são de R$ 1.467,40, R$ 1.577,40 R$ 1.524,60 e R$ 1.696,20, e se aplicam a categorias que não têm dissídio coletivo, data-base ou regulação por lei federal. As faixas salariais atendem técnicos de nível médio; trabalhadores do setor de serviços e vendedores do comércio; trabalhadores agropecuários, florestais, da caça e pesca; da produção de bens e serviços industriais; e de manutenção e reparo.

Conselho estadual – Formado por representantes de centrais sindicais, federações patronais e com participação do Governo do Estado e do Ministério Público do Trabalho, o Conselho Estadual do Trabalho é quem define o salário mínimo regional.

Deixe uma resposta