Os carnês do IPTU de 2019 vão chegar aos proprietários de imóveis de Curitiba com aumento de 8% para construções e 11% para terrenos vazios. O reajuste mínimo é quase o dobro da inflação de 2018 (4,19%) e decorre, na versão divulgada pelo prefeito Rafael Greca, da atualização da Planta Genérica aprovada ainda na gestão do ex-prefeito Gustavo Fruet.

Não é bem assim: a planta genérica de Fruet atualizou o valor venal dos imóveis, mas os reajustes anuais foram propostos no pacotaço baixado por Greca em 2017 e previam a imposição do índice inflacionário mais aumentos reais mínimos de 4% durante todos os anos de sua gestão.

O pedágio no Anel de Integração também já está vigor com tarifas majoradas entre 6,66% e 17,66%, conforme trechos e concessionárias.

E o salário, oh! Os servidores da prefeitura de Curitiba tiveram aumento de 3% nos seus salários. Os estaduais não recebem reajuste desde 2016.