Para João Guilherme, Greca agiu com atraso contra a covid-19

COMPARTILHE:
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp

O prefeito de Curitiba, Rafael Greca (DEM), ignorou os alertas, agiu com atraso e acabou agravando a crise da covid-19, inclusive na economia da cidade. A denúncia foi feita pelo médico oftalmologista João Guilherme, candidato à Prefeitura pelo Novo, em longa entrevista concedida ao portal Bem Paraná. João Guilherme se referia a uma carta enviada em abril ao prefeito recomendando uma série de medidas urgentes contra a pandemia, como aplicação em massa de testes e providências para evitar a super lotação no transporte coletivo urbano. Decorridos seis meses, deu no que deu, disse.

O candidato acrescentou na entrevista que o maior desafio do próximo prefeito será justamente lançar um plano de emergência para combater os impactos de uma segunda onda da pandemia na saúde e nos negócios em Curitiba.. ” Essa segunda onda vai ser muito impactada e o sistema de saúde vai sofrer um estrangulamento muito grande. Por conta disso e também das pessoas que estão perdendo acesso aos planos de saúde”, disse.

Telemedicina –  João Guilherme disse ao Bem Paraná que terá de fazer uma mudança completa no atendimento e o caminho é tecnologia. “Plataforma de teleatendimento para que a gente faça uma triagem e uma destinação dos pacientes de maneira protocolar, científica. Nós temos como fazer isso. O Conselho Regional de Medicina emitiu só depois do início da pandemia 240 mil receitas, atestados e pedidos de exame online. A telemedicina veio para ficar e nós temos que utilizar essa tecnologia para facilitar o acesso da população aos serviços do SUS”, afirmou.

Deixe uma resposta