Jair Bolsonaro considera que sete deputados e um senador do PSL o traíram em meio à crise com o partido, segundo publica a revista Época. O paranaense Felipe Francischini, presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara Federal é um deles.

Os outros são Joice Hasselmann, ainda líder do governo, Delegado Waldir, Júnior Bozzella, Nelson Barbudo, Julian Lemos e Nereu Crispim.