Após protesto nas redes sociais, a organização da 13ª Feira do Livro do Jaraguá do Sul (SC) anunciou o cancelamento da presença da jornalista Miriam Leitão e do sociólogo Sérgio Abranches.

Internautas lançaram uma petição online de repúdio contra a jornalista por “seu viés ideológico e posicionamento. O abaixo-assinado recolheu mais de três mil assinaturas.

O evento ocorre de 8 a 18 do próximo mês e tem como tema desta edição Literatura em Movimento. Em nota, os organizadores afirmaram que “nunca, em toda sua história, a festa da literatura foi atacada pela escolha de seus convidados” e que o cancelamento não foi decisão unânime.

“Como escritor, tenho vergonha de falar para a Miriam Leitão que não posso trazê-la porque não tenho como garantir sua segurança”, disse Carlos Schroeder, coordenador artístico do evento, em entrevista ao site catarinense NSC Total.