Aluna de Moro confessa plágio e pede desculpas

A advogada Beathrys Ricci Emerich publicou neste sábado (27) uma nota de esclarecimento em que assume toda a responsabilidade pelo plágio em um artigo jurídico assinado por ela e pelo ex-ministro Sergio Moro. A informação é do UOL.

O texto, publicado este ano no site da revista Relações Internacionais no Mundo Atual, da Unicuritiba, tratava de lavagem de dinheiro do crime organizado por meio do pagamento a advogados.

Já o artigo do advogado criminalista Marcelo Augusto Rodrigues de Lemos foi escrito em novembro de 2019 para o site especializado Conjur.

Ao UOL, Moro encaminhou nota admitindo o plágio, mas responsabilizando a advogada, a quem orienta em uma pós-graduação.

“A redação é basicamente da orientanda. Consultando a aluna, ou a orientanda, ela admitiu que houve cópia de dois trechos curtos no trabalho, sem a necessária citação de autoria, motivo pelo qual se pede escusas pelo inconveniente”, disse o ex-juiz.

Depois da polêmica, a advogada divulgou uma nota oficial em que assume a responsabilidade e pede desculpas a Moro.

“A redação do artigo foi minha e, infelizmente, acabou acontecendo a falha metodológica consistente na ausência de citação do ilustre autor Dr. Marcelo Augusto Rodrigues de Lemos”, afirmou.

Reconheço a falha não intencional, mesmo porque não havia motivos para não citar o autor, tendo em vista que o trabalho citou mais de vinte outros autores.
Beathrys Ricci Emerich, advogada

Ela disse que “pediu escusas” ao autor do trabalho, “as quais foram aceitas”. A nota, no entanto, pede desculpas especialmente ao ex-ministro.

Aproveito o ensejo para pedir sinceras desculpas ao Professor Sergio Moro, bem como à instituição de ensino

 

1 COMENTÁRIO