Agentes penitenciários do Paraná preparam para a manhã desta terça-feira (16) assembleia da categoria em frente ao Palácio Iguaçu. O objetivo é de chamar a atenção do governo e de toda a sociedade para a necessidade de regulamentação da carreira e de contratação de novos servidores para a área.

Essa será a primeira manifestação de uma categoria de servidores públicos do governo Ratinho Júnior. Segundo os sindicatos da categoria, desde 2010 o número de presos nas penitenciárias do Paraná subiu de 14 mil para 21 mil, enquanto o número de agentes caiu. Das 4.131 vagas na carreira de agentes, atualmente, apenas 3.098 estão ocupadas, havendo 1.000 vagas, que poderiam ser ocupadas com a realização de concurso público.

Além disso, para atender a demanda da segurança pública do Paraná, há a necessidade de mais 6.400 vagas na carreira de agente penitenciário, segundo estimativas do próprio Departamento Penitenciário do Estado (Depen).

Além dos agentes da capital, o Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná espera a vinda de caravanas de Ponta Grossa, Guarapuava, Cascavel, Londrina, Maringá, Foz do Iguaçu, Cruzeiro do Oeste e Francisco Beltrão.